Félix Filho é homenageado com a maior comenda da OAB-PB e faz discurso contundente em favor das prerrogativas dos advogados

Colunistas

  • Marcos Marinho
    RECORDANDO (III) - LÁ NO CÉU!
  • Júnior Gurgel
    REENCONTRO PODE TER SELADO UNIÃO 2018
  • Clodoaldo Melo
    A REVOLTA DOS PIORES
  • Rafael Holanda
    Conselhos a um jovem médico
  • Rosildo Brito
  • Amaro Pinto
    VIVA O REINADO, SALVE A SINECURA, ABAIXO A PLEBE.

Enquete

Galeria de Fotos

  • As Gatas do Agito tiram a roupa, ficam totalmente peladas e mostram tudo em ensaio pra lá de ousado

  • Vivianne Araújo faz ensaio no Rio de Janeiro e posa nua como veio ao mundo; Confira o ensaio

  • Confira as fotos da beldade Carol Miranda nua Revista Sexy em ensaio de lhe deixar arrepiado

Entrevistas

DOMINIC RICHARDSON "Não estamos preparados para viver 100 anos"

Especialista sênior em educação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o britânico Dominic Richardson, de 41 anos, atua desde 2015 no Innocenti, o departamento da entidade dedicado a estudos sobre as relações entre educadores, escolas e as condições de vida das crianças. Ele foi um dos convidados para debater as conclusões do estudo global “Crianças na Terceira Idade – Uma visão de longo prazo para a saúde e o bem-estar”, realizado pela Economist Intelligence Unit (EIU) e apresentado recentemente em Frankfurt, na Alemanha. Para Richardson, a geração que nasce hoje com a expectativa de viver mais de cem anos – algo inédito na história da humanidade –, está ameaçada de sofrer com a falta de acesso à saúde e à educação de qualidade em todo o mundo. Na entrevista a seguir, ele diz que o bem-estar das crianças é a grande preocupação da atualidade e propõe ações dos governos, das escolas e dos pais para mudar esse cenário.

É possível afirmar que as crianças que nascem hoje viverão cem anos ou mais?

É uma grande ambição. O aumento na expectativa de vida depende de fatores como o avanço da ciência e o desenvolvimento social. Muitas nações não possuem um sistema de saúde que atenda a todas as parcelas da população. Por isso, viver até os cem anos...

> Continue lendo