A convite da Primeira-Dama o paraibano Pinto do Acordeon será uma das atrações na posse de Bolsonaro

05/12/2018

Poeta repentista, o cantor, compositor e instrumentista paraibano Pinto do Acordeon será uma das especiais atrações da solenidade de posse do Presidente Jair Bolsonaro no dia 01 de janeiro de 2019 em Brasília, a convite da Primeira-Dama Michelle.

Pinto compôs e interpretou a música carro-chefe da campanha do Capitão, que esteve presente em alguns vídeo-clipes produzidos pela equipe do publicitário Luca Sales e tanto agradou a Bolsonaro como à sua consorte que agora realiza o desejo, revelado a jornalistas, de estar presente na posse do Presidente.

Para chegar até Pinto o convite de Michelle Bolsonaro precisou da intermediação da cantora Elba Ramalho, a quem a Primeira-Dama pediu ajuda.

Sabedora dos problemas de saúde que cantor vem enfrentando, Elba telefonou para o forrozeiro e perguntou se ele teria condições de cantar na posse do presidente eleito. A resposta de Pinto foi imediata - que esse já era um desejo dele, um sonho, e que teria condições.

Através de Elba Ramalho a Primeira-Dama também agradeceu a música que Pinto do Acordeon gravou. A esposa do paraibano, Madalena Alves, disse que a presença dele na posse “será um momento de muita alegria para ele e para todos nós”.

Forrozeiro de raiz, nascido em Conceição, mas radicado em Patos há mais de 50 anos, Pinto compôs e gravou uma música durante a campanha eleitoral enaltecendo o candidato Jair Bolsonaro (PSL). A música foi largamente compartilhada nas redes sociais e chegou ao conhecimento da futura primeira-dama Michelle Bolsonaro, que gostou da canção e recentemente decidiu convidá-lo para cantar na posse do marido.

A Master Digna, que patrocina o cantor em suas apresentações pela região, elogiou a escolha. “Foi uma escolha excelente, por ser um artista de raiz, que canta a tradicional música nordestina”, disse o gerente da empresa em Patos.

Resultado de imagem para pinto do acordeon amputado

PERNA AMPUTADA

Pinto teve parte da perna esquerda amputada anos atrás por causa de problemas ocasionados pelo diabetes, mas tem convivido com o drama de modo bem humorado. Ele descobriu a doença aos trinta anos e reconheceu que, mesmo sabendo da dificuldade que a mesma lhe impõe no dia-a-dia, não obedece à dieta adequada.

“Eu comecei a comer cocada, fumar e farrar. Farrei muito. Agora estou pagando perdendo a metade de uma perna por causa das farras”, diz ele com sorriso no rosto.

Pinto deixou apenas de fumar e de beber. “Eu vou pegar esses dez ou quinze anos para cuidar dos meus netos”, garante, empolgado com a viagem à Capital da República.

Veja, acessando o link abaixo, um dos vídeos-clipes da campanha de Bolsonaro, na voz do artista paraibano:

https://www.facebook.com/mandinhaqueiroga/videos/2221457034793102/

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • 30/11/2018 às 11:26

    João morais lucas

    Pinto enobrece como compositor, cantor e sanfoneiro a música nordestina. Responsável como compositor, do sucesso de grandes artistas brasileiros assim como do "Trio Nordestino " Parabéns e sucesso amigo Pinto.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias