A um passo de ser declarado santo Frei Damião recebe título de venerável do Vaticano

12/04/2019
Frei Damião lendo exemplar de A PALAVRA, ao lado do editor Marcos Marinho (Arquivo de A Palavra))
Frei Damião lendo exemplar de A PALAVRA, ao lado do editor Marcos Marinho (Arquivo de A Palavra))

O Vaticano autorizou nesta segunda feira (08) a promulgação do decreto no qual reconhece as virtudes heroicas do Frei Damião de Bozzano e de outros religiosos. Agora, o Frei Damião ganha o título de venerável, na próxima etapa do processo de canonização. Em seguida, é preciso que ele seja declarado beato, e só então, santo.

“O povo já proclama Frei Damião santo por tudo que ele viveu nas missões e no dia-a-dia da população pobre do Nordeste, mas a Igreja mantém a salutar cautela dos estudos da vida e das obras, antes e depois de sua morte, para declará-lo santo”, explicou o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. “Continuemos rogando a Deus para que nos dê a graça de alcançar a canonização de Frei Damião”, comentou o arcebispo.

O processo de canonização é demorado e requer farta documentação. No Recife, o capuchinho frei Jociel Gomes é o responsável pelo encaminhamento dos documentos e relatórios referente à causa junto ao Vaticano. No dia 28 de junho de 2012, Frei Jociel enviou a documentação sobre o caso de Frei Damião ao Vaticano.

CAMINHO DA CANONIZAÇÃO

Para declarar uma pessoa santa, o bispo local inicia a causa com a Congregação do Vaticano para as Causas dos Santos, com um postulador pesquisando e estudando detalhes da vida e das obras da pessoa a ser declarada santa. Após o material ser reunido, ele é encaminhado para o Vaticano que, ao analisar o compêndio, vai reconhecer suas virtudes heroicas (declarando-o venerável).

O título de venerável significa o reconhecimento da Igreja de que a pessoa teve uma vida especialmente sagrada ou foi martirizada por sua fé. Em seguida, tendo o primeiro milagre comprovado, a pessoa é beatificada. Se o Vaticano reconhecer um segundo milagre, o Papa nomeia-o santo. É a canonização, que atribui ao novo santo um dia de festa (normalmente na data de sua morte, que é quando nasce para a vida no céu), permitindo que igrejas sejam nomeadas em sua honra.

Fonte: Da Redação com OP9




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias