Pedro Cardoso abandona programa ao vivo na TV Brasil

24/11/2017
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Pedro Cardoso surpreendeu a todos ao abandononar, nesta quinta-feira (23), a transmissão ao vivo do programa “Sem Censura”, exibido pela TV Brasil. O ator foi ao talk show para divulgar o romance “Livro dos Títulos”, sua obra de estreia, mas se levantou e saiu do programa, ao recusar responder às perguntas, não sem antes justificar seus motivos.

“Eu não vou responder a essa pergunta nem a nenhuma outra, porque quando eu cheguei aqui eu encontrei uma empresa que está em greve. E eu não participo de programas de empresas que estão em greve”, iniciou, ao manifestar apoio aos trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que estão paralisados desde o último dia 14 de novembro.

O movimento grevista acontece nas praças de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Os trabalhadores lutam contra o congelamento de salários, benefícios e a retirada de direitos, como vale cesta alimentação, de acordo com o site do Sindicato de Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo.

“Eu vim sentar aqui porque, além da greve que não me cabe julgar, não conheço a negociação, não estou a par, também não me cabe emitir opinião sobre quem está em greve e quem está aqui trabalhando. Cabe a mim o maior respeito a todos vocês, aos que estão parados, aos que estão trabalhando, mas eu, diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção que elas provavelmente estão cobertas de razão. Eu não vou falar do assunto que eu vim falar, nem de nenhum outro”, reforçou.

Pedro aproveitou ainda para criticar o presidente da EBC, Laerte Rimoli, que compartilhou nas redes sociais memes para ironizar uma declaração da atriz Taís Araujo. “O que eu soube também quando cheguei aqui é que o presidente desta empresa [Laerte Rimoli], que é uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha, em que a presença do sangue africano é visível na pele. Porque o sangue africano está presente em todos nós, mas em alguns está manifesto na pele. Se essa empresa, que é a casa do povo brasileiro, tem no presidente uma pessoa que fala contra isso, eu não posso falar do assunto que eu vim falar aqui”, afirmou.

Por fim, e após falar por quase dois minutos sem ser interrompido, indignado, mas sem perder a compostura, o ator pediu desculpas aos companheiros de bancada e à apresentadora Katy Navarro por se sentir obrigado a abandonar a atração. Navarro, por sua vez, declarou respeitar a decisão do convidado e se despediram com cortesia.

Veja:

Fonte: Bahia.ba




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias