TCE desnuda conceito de prefeita do Conde ao reprovar contas dela quando foi secretária estadual da Educação

20/12/2018

O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) provou ontem o que a população do Conde infelizmente vem constatando: que a prefeita Márcia Lucena (PSB) não é aquilo que dela se imaginou em termos de excelente gestora da coisa pública, conforme assim ela foi “vendida” no decorrer da campanha eleitoral que desalojou tradicionais famílias da política do rico Município do litoral Sul paraibano.

As contas de Márcia, enquanto secretaria da Educação do Estado, referentes ao ano de 2013, foram reprovadas pela Corte de Contas nesta segunda feira e acabam por tisnar o seu currículo, dando gás adicional aos seus opositores no Conde.

De acordo com o TCE-PB, despesas sem licitação, inexistência de notas fiscais na comprovação de gastos com material e serviços e desorganização no almoxarifado, em meio a outras falhas, contribuíram para a desaprovação das contas da ex-gestora da Educação estadual.

De acordo com o voto do relator do processo, conselheiro Arnóbio Viana, cabe recurso.

Márcia Lucena foi eleita em 2016 e sua campanha teve apoio maciço do governador Ricardo Coutinho, na verdade seu principal avalista e fiador.

Fiel ao povo condense que nele acreditou e certamente conhecedor profundo das deficiências da ex-auxiliar, Ricardo Coutinho praticamente assumiu o comando gerencial do Município e acaso não fossem as grandiosas obras que para lá encaminhou, a gestão de Márcia poderia ser considerada uma catástrofe sem precedentes.

Inoperante e ineficiente, Márcia Lucena sequer consegue executar o trivial de uma prefeitura e até agora não disse lamentavelmente a que veio, em que pese ter um Legislativo com fidelidade canina a seu serviço e que, em tese, consegue até aqui abafar a sua péssima administração.

Fora os grandes projetos de urbanização trazidos para toda a Costa do Conde pelo Governo do Estado, a parte que cabe à prefeitura - iluminação pública, saúde, infra-estrutura etc. – é uma lástima.    

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias