Prefeitura garante atendimento especial a mais de mil crianças com deficiência na rede municipal de Campina Grande

18/02/2020

Diagnosticada com hidrocefalia e outras duas malformações, Maysa Vitória, 6 anos, estuda na rede municipal de Campina Grande há dois anos. Ao longo de sua permanência nas duas escolas municipais onde estudou, teve o acompanhamento do cuidador para desenvolver as atividades em sala de aula.
 
Agora, moradora do Complexo Habitacional Aluízio Campos e uma das estudantes matriculadas na Escola Municipal Lourdes Ramalho, Maysa não apenas foi recebida na unidade pelo próprio prefeito Romero Rodrigues, como também conheceu na manhã desta segunda-feira, 17, sua nova cuidadora, a pedagoga Marinalda Lima.
 
Com um tom de esperança, a mãe da criança, Juliana Maria, 28 anos, revela o sentimento de gratidão aos profissionais que acompanharam a filha nas outras duas escolas municipais. “Maysa é minha única filha e eu imaginava como seria difícil cuidar dela por causa da deficiência, mas depois do acompanhamento que ela recebeu na escola hoje ela já escreve o nome, interage e faz amizades com outras crianças e desenvolveu bastante”, relatou.
 
Já a pedagoga Marinalda Lima se emocionou ao ter o primeiro contato com a estudante e explicou como é o trabalho de um cuidador. “A gente cuida da higiene da criança, ajuda a ensinar na sala de aula, incentivando a criança no desenvolvimento físico e cognitivo”, disse.
 
Assim como Maysa, outras 700 crianças com deficiência ou dependência são atendidas dentro do Programa de Educação Especial do município. Para isso, a Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria de Educação, conta com quase 300 cuidadores que atuam nas escolas e creches nos turnos manhã e tarde.
 
Segundo o secretário de Educação do município, Rodolfo Gaudêncio, há dois tipos de atendimento no programa. “Temos o cuidador exclusivo para crianças que demandam o atendimento mais especifico e temos o profissional que pode atender até três crianças em sala de aula, a depender do grau de dependência, por isso temos mais de mil estudantes atendidos na educação especial”, disse.
 
Ainda segundo o secretário, o atendimento especializado para crianças com deficiência se tornou referência em todo o país, considerada modelo para outras cidades. “Campina vem desenvolvendo esse trabalho na educação especial na gestão do prefeito Romero Rodrigues e este ano não seria diferente”, completou.
 
Desde que foi implantado no município de Campina Grande, em 2014, o Programa de Educação Especial já garantiu a permanência de cerca de 2 mil estudantes com deficiência nas creches e escolas de Campina Grande.

Fonte: Codecom




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias