Unifacisa sedia Global Game Jam pela sétima vez

26/01/2018

Na contramão de outros setores, o setor de jogos digitais cresce expressivamente e ainda há muito a ser desenvolvido. O mercado de jogos digitais é o maior de entretenimento no mundo, tendo superado o de cinema e música. Um mercado que tem grande força nos consoles e só cresce com o uso de aparelhos móveis e novas tecnologias.

E neste fim de semana, a Unifacisa será pela sétima vez a principal sede paraibana da Global Game Jam (GGJ), maior evento-maratona de desenvolvimento de jogos digitais do mundo, que começa nesta sexta-feira, 26, e segue até o domingo, 28. As inscrições estão esgotadas.

Na Global Game Jam o desafio é desenvolver um jogo em 48 horas. Em 2017 participaram mais de 25 mil pessoas e foram produzidos cerca de 5.900 jogos. Este ano serão mais de 90 países e mais de 700 sedes, simultaneamente. A Unifacisa contou no ano passado com cerca de 72 participantes e produzimos 16 jogos. Este ano serão 80 participantes.

A abertura será feita às 15h, na Unifacisa Itararé, e serão passadas informações gerais. Logo em seguida será divulgado o tema do evento. Todos os jogos devem ser feitos segundo este tema. A partir daí os participantes tem até domingo (28), às 15h, para produzir um protótipo de jogo e enviá-lo para o site da Global Game Jam.

De acordo com o coordenador do curso de Jogos Digitais, Rodrigo Motta, a competição é um grande desafio. “Em um curto espaço de tempo, eles terão que projetar, desenvolver e criar jogos. O interessante é que os participantes dormem na Faculdade para poder cumprir o prazo de 48h na produção do jogo, colocando em prática as habilidades e aquilo que eles aprenderam no curso. É importante frisar que os jogos que serão criados nesse evento já foram vendidos e alguns alunos aproveitam para fazer protótipos do Trabalho de conclusão de curso”, afirmou.

Serão feitas transmissões online durante o evento. Os interessados podem acompanhar o desenvolvimento dos jogos e tudo o que acontece na GGJ pelo evento no Facebook.




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias