Raposa goleia Sport Lagoa Seca, atacante ganha música no Fantástico e time se isola na liderança do seu grupo

02/03/2020

O Campinense voltou com tudo depois do Carnaval e ontem, no Amigão, botou meia dúzia de gols dentro da meta do Sport Lagoa Seca, inclusive com direito a ver o atacanate Rafael Ibiapino pedir música e aparecer no Fantástico da Rede Globo por ter matrcado três gols. 

Sem vencer há um mês, a Raposa aproveitou bem o recesso do Carnaval para fazer as pazes com a torcida. A boa atuação do atacante Rafael Ibiapino, autor de três gols, levou o time a golear o Sport Lagoa Seca por 6 a 0 na retomada do Campeonato Paraibano.

Com o hat-trick, Ibiapino disparou na artilharia do Estadual, com sete gols. Completaram a goleada, a maior do campeonato até agora, Matheus, Jonny (contra) e Jairo.

A vitória deixou o Campinense na liderança isolada do Grupo B, agora com 10 pontos. Já o Sport segue na lanterna do Grupo A, com apenas três pontos.

O próximo jogo dos rubro-negros será contra a Perilima, dia 9. Já o Sport pega o Sousa, dia 8, no Marizão.

Na partida deste domingo, que começou com muita chuva e teve duas expulsões por parte do Sport Lagoa Seca, na segunda etapa, o Campinense teve o domínio das ações durante os 90 minutos.

Tanto é, que começou a construir o placar logo aos três minutos, com gol de Matheus Camargo. Depois o time marcou mais dois com Rafael Ibiapino. Na etapa complementar, a Raposa ampliou o placar com o artilheiro Rafael Ibiapino, Jonny fez contra, e Jairo.

 

BOTAFOGO EMPATA

Por sua vez, assim como já tinha acontecido na partida anterior no Campeonato Paraibano contra o CSP, o Botafogo abriu o placar no Almeidão mas sofreu o empate na reta final.

O Belo fez 1 a 0 com Luis Gustavo, já no segundo tempo e, aos 40 do segundo tempo, viu Léo Henrique deixar tudo igual, e a partida terminou mesmo em 1 a 1.

Foi um jogo meio sem graça no primeiro tempo. Pouca criatividade, poucas chances de gol. E o Tricolor de Cruz do Espírito Santo esteve melhor em vários momentos. Biro Biro, em cobrança de falta, assustou Samuel Pires. Pelo lado alvinegro, muita dificuldade para chegar com perigo ao ataque. E o placar antes do intervalo foi justíssimo: um 0 a 0 que traduziu bem a atuação das duas equipes em campo.

Na segunda etapa, um melhor futebol jogado no Almeidão. Luis Gustavo chegou perto de abrir o placar para o Botafogo. Biro Biro também quase marcou pelo São Paulo Crystal. E as chances de gol, mais recorrentes neste momento do jogo, seguiram se alternando, mas com o Belo indo com mais perigo ao ataque. Até que, aos 32 minutos, foi o próprio Luis Gustavo que, de cabeça, mandou para as redes e colocou o Alvinegro da Estrela Vermelha à frente no placar. Acontece que, oito minutos mais tarde, Léo Henrique aproveitou cruzamento e deixou tudo igual. O placar estava sacramentado. Mas ainda teve gol anulado de Lucas Simón, sob alegação de impedimento, o que acarretou muita reclamação por parte dos botafoguenses, e a expulsão de Rodrigo Andrade, mesmo após o apito final.

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias