Em debate com Trump, Biden diz que florestas no Brasil estão "desmoronando"

01/10/2020
O ex-vice-presidente Joe Biden comemora com eleitores na Carolina do Sul (Reprodução/Facebook/Joe Biden
O ex-vice-presidente Joe Biden comemora com eleitores na Carolina do Sul (Reprodução/Facebook/Joe Biden

O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, ameaçou, se eleito, punir o Brasil com sanções econômicas por causa do desmatamento e das queimadas em suas florestas.

“Parem de destruir a floresta. E, se vocês não pararem, irão enfrentar consequências econômicas significativas” disse Biden, durante o primeiro debate presidencial com o presidente republicano Donald Trump, realizado na noite de terça-feira (29), segundo o site Congresso em Foco.

Biden atacou Trump por não pressionar o governo brasileiro a diminuir sua destruição florestal.

“Está tudo desmoronando. As florestas no Brasil estão desmoronando, e muito mais gás carbônico está sendo lançado lá que nos Estados Unidos”, disse o candidato. O democrata também anunciou que, se eleito, pode contribuir com até US$ 20 bilhões (ou R$ 112,6 bilhões) no combate às queimadas —esse dinheiro, disse, seria enviado em cooperação com outras nações.

O debate entre os dois candidatos foi considerado caótico e pouco produtivo por analistas políticos locais. Trump buscou interromper o debate em diversos momentos, atravessando não apenas Joe Biden como também o próprio moderador do debate, o apresentador da Fox News Chris Wallace. Em momentos mais tensos do debate, Joe Biden disse que era difícil discutir ideias com este “palhaço”, referindo-se a Trump, e ainda questionou: “Você não vai calar a boca, cara?”

Ex-senador e ex-vice-presidente durante os dois mandatos de Barack Obama (2008-2016), Joe Biden é, em todas as pesquisas, o favorito à corrida pela Casa Branca em 2021  —ele têm vantagem não apenas em grupos e estados onde seu partido tem histórica vantagem, mas entre grupos que deram apoio aos republicanos em 2016.

Fonte: bahia.ba




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias