Gessner Caetano, o homem dos "carros roubados" da campanha de Lúcia Braga, está com COVID-19 em Recife mas já deixou a UTI

31/07/2020

Famoso ‘playboy’ dos anos 60 de tradicional e milionária família campinense, o médico e empresário Gessner Caetano está se recuperando de Covid-19 em um hospital privado de Recife, após cinco dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ele foi diagnosticado com insuficiência renal e pneumonia causados pelo novo coronavírus e a doença atingiu o seu sistema renal, que está sendo submetido a um procedimento de hemodiálise. 

Apesar disso, hoje ele avisou que se recupera bem da doença.

Segundo Gessner Caetano confirmou ao portal Polêmica Paraíba, o diagnóstico veio depois que ele teve sintomas como diarréia e falta de ar. No hospital, porém, o quadro se estabilizou.

- “Sentimento de muita emoção por estar me recuperando. Estou me recuperando bem”, disse ele ainda abatido.

CARROS ROUBADOS

Gessner é um ‘bom vivant’ e bastante querido na fina sociedade campinense. 

Em 1994, candidato a deputado federal pelo PDT e um dos coordenadores da campanha a governador de Lúcia Braga, que acabou sendo abatida por Antonio Mariz, Gessner foi responsabilizado pela derrota por ter sido mentor do famoso caso dos carros roubados que teria alocado para a campanha, caso de repercussão nacional que veio alijá-lo definitivamente da política partidária. 

- “Perdi essas eleições sofrendo toda sorte de agressões e difamações, numa campanha desleal e sem ética, agravada pela violência do Sistema Correio da Paraíba, quando o referencial ‘mulher’ foi alvo de preconceito e discriminação, depôs Lúcia no livro ‘Tempo de Viver, Tempo de Contar’. 

Mas o fator maior para a derrota foi o estouro do escândalo de carros roubados que teriam sido distribuídos por Gessner Caetano com vários candidatos do PMDB e alguns candidatos pedetistas (Lúcia, a esta altura, estava filiada ao PDT, com ficha de filiação abonada em João Pessoa por Leonel Brizola. Lúcia isenta Mariz de responsabilidade pelos expedientes usados contra ela, destacando a postura ética que caracterizava a sua atuação.

Fonte: Da Redação

 
What do you want to do ?
New mail



Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias