Medo do povo levou Veneziano e Daniela a se esconderem em camarotes de R$ 50 mil do Parque do Povo dando aval ao modelo de festa que criticaram pela mídia

16/07/2018

O deputado que mais fortemente criticou a organização d’O Maior São João do Mundo deste ano, o ex-prefeito Veneziano Vital do Rego (PSB), optou por não se misturar à grande massa como fazia outrora, e certamente com medo de vaias e de ser chamado de golpista, acabou dando aval ao novo modelo da festa refastelando-se no luxo dos camarotes vips, onde o povão a quem lamentou por lá não ter acesso realmente junto a ele jamais se encostaria.

Ao lado da esposa pré-candidata à Câmara Federal, Ana Cláudia, de vereadores, assessores e até secretário do Governo do Estado como Fábio Maia, outro recorrente crítico do modelo vigente do evento, Veneziano não economizou em bebidas e comidas, elegendo legítimos litros de uisque escocês e nobres acepipes que só o excelente serviço de buffet dos camarotes tinha condições de oferecer – a preços pra lá de salgados – aos seus ilustres e milionários frequentadores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ano passado Veneziano até que ensaiou uma rápida passagem pelo epicentro da festa e, em horário terminal de uma noitada quando o público se reduzia a pouco mais de 10 por cento, ainda abraçou uma cabrocha e deu fortuitos passos de forró, sem ser incomodado pelos poucos campinenses que ainda frequentavam o parque. Este ano, entretanto, o medo que falou mais alto matou a sua propalada coerência, falsa e inexistente.

DANIELA TAMBÉM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outra deputada que fugiu do meio do povo foi a estadual Daniela Ribeiro (PP). Segundo o portal UOL ela na condição de candidata a senadora fez jus ao mantra “apareça” e alugou um dos camarotes no Parque do Povo para receber seus convidados.

Diz a reportagem do UOL que o preço do aluguel dos camarotes não é revelado, mas estima-se que para ter direito a um espaço privativo no local, como o de Daniela, se desembolse pelo menos R$ 50 mil, valor que não inclui o serviço de bufê com comidas e bebidas, praxe nesse tipo de evento.

No seu camarote à prova do povão Daniella recebeu amigos e políticos da região e de fora da Paraíba. No mesmo dia em que Geraldo Alckmin desfilava pelo Parque do Povo em busca de votos, por exemplo, ela recebia a visita do prefeito de Salgado de São Félix, Adjailson Andrade (DEM).

Segundo apurou o UOL, a mistura entre festas juninas e a política não é novidade para Daniella. Ela é filha de Enivaldo Ribeiro (PP), vice-prefeito de Campina Grande. Foi seu pai que desapropriou a área onde hoje existe o Parque do Povo, no início dos anos 80. Ela também é irmã do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) e o filho dela, Lucas Ribeiro, é vereador da cidade.

Apesar do investimento para ter um camarote na maior festa da cidade, Daniella diz que sua presença no São João de Campina Grande não se resume apenas aos anos eleitorais.

“Eu faço isso por prazer. Eu curto as festas juninas desde criança. Adoro as comidas, tudo. O São João faz parte da minha história. Não tem nada a ver com política. Eu uso o camarote para receber meus convidados e para promover a festa para pessoas que não são da região”.

Ao mesmo tempo em que diz que não usa as festas juninas como plataforma eleitoral, Daniella afirma que é impossível a classe política ignorá-las.

“Aqui na Paraíba, a gente não tem como ignorar. A gente tem é dificuldade de agenda pra conseguir atender e estar presente em todas as festas que acontecem nos municípios”, afirmou a parlamentar ao portal paulista. 

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Outras Notícias