Pedaço da história do Teatro Municipal de Campina Grande morre no Rio de Janeiro ao se despedir de Daisy Lúcidi

07/05/2020
Daisy em 1963, a linda atriz que brilhou em Campina Grande
Daisy em 1963, a linda atriz que brilhou em Campina Grande

Um pedaço da história do Teatro Municipal Severino Cabral, de Campina Grande, morreu na madrugada desta quinta feira no Rio de Janeiro. Daisy Lúcidi, de 90 anos, que foi em 1963 a atriz principal da peça encenada por ocasião da inauguração da casa de espetáculos campinense, já não está mais entre nós.

Internada com Covid-19 no CTI de São Lucas, em Copacabana, Rio de Janeiro, desde 25 de abril, Daisy não resistiu e morreu.

Natural do Rio de Janeiro, ela estreou no mundo da TV na década de 1960 na minissérie Nuvem de Fogo, de Janete Clair, na TV Rio.

A última produção dela foi em ‘Os Homens São de Marte…’, em 2015. Em novelas foi em ‘Geração Brasil’, da TV Globo, em 2014.

Daisy Lucidi – Cinema e Teatro | Famosos - Cultura Mix

Daisy em 2020, levada para o túmulo pelo Covid 19

Daisy era viúva do comentarista esportivo Luiz Mendes,que por muitos anos trabalhou na Rádio Globo do Rio de Janeiro.

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias