Sintab comanda ato em Campina contra Reforma da Previdência e atrai dezenas para a Praça da Bandeira

06/12/2017

Apesar da desistência das Centrais Sindicais em realizar a greve geral prevista para esta terça-feira, 05, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) e diversas outras entidades representativas de Campina Grande conseguiram concentrar muita gente na Praça da Bandeira para protestar contra a Reforma da Previdência.

Durante o ato público houve apresentação artística e roda de discursos. Em sua fala, o presidente do Sintab, Nazito Pereira, lembrou a importância da união popular e repudiou a posição da Secretaria Municipal de Educação, que segundo ele, emitiu comunicação pedindo para que os professores não fossem às ruas, já que as centrais decidiram cancelar a greve. “Nós não dependemos de central nenhuma, mas sim da nossa própria força, da nossa união, da força do trabalhador para este momento de solidariedade e de luta”, completou.

Já o secretário de Política e Formação Sindical, Franklyn Barbosa, destacou que o Governo Federal tenta enganar a sociedade com a ideia de que a Previdência é deficitária. “Não dá para aceitar o Governo dizer para o povo que a Previdência está no vermelho, quando nós sabemos que ela é superavitária, mas infelizmente os recursos tem sido desviados e por isso falta para investimentos sociais”, pontuou.

Para o coordenador de Comunicação do sindicato, Napoleão Maracajá, em que pesem todas as pressões que os trabalhadores sofrem para não exercer o direito de se manifestar, o movimento teve força e mostrou que a população não desistiu de lutar contra a aprovação da Reforma. “Esta pauta fere de morte o povo brasileiro e a gente não entendeu o recuo de algumas centrais, levando em consideração que o governo tem urgência em realizar a votação, por isso mantivemos a concentração”, comentou.

Além dos integrantes do Sintab e de servidores de sua base de atuação, estiveram presentes no ato público representantes da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (AduePB), Associação dos Docentes da Universidade Federal de Campina Grande (AdufCG), Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação Básica e Tecnológica da Paraíba (SintefPB), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb), Correios, estudantes, servidores de diversas áreas, aposentados, militantes dos movimentos feministas, do movimento negro e da causa LGBT.

Fonte:
Fernanda Moura
Agência A2 Comunicação
Assessoria de Imprensa - DRT:  2884-PB
(83) 9-986764733




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias