STJ mantém afastamento dos conselheiros Nominando Diniz e Arthur Cunha Lima

07/02/2020
Os conselheiros foram afastados em dezembro pelo ministro Francisco Falcão, relator do caso no STJ — hoje os demais ministros da Corte Especial confirmaram a decisão. (Foto: Divulgação)
Os conselheiros foram afastados em dezembro pelo ministro Francisco Falcão, relator do caso no STJ — hoje os demais ministros da Corte Especial confirmaram a decisão. (Foto: Divulgação)

Por unanimidade, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça manteve hoje (5) o afastamento dos conselheiros de contas da Paraíba, Antônio Nominando Diniz Filho e Arthur Cunha Lima.

Segundo as investigações da Operação Calvário, os dois receberam propina para aprovar as contas da Cruz Vermelha, usada pelo ex-governador Ricardo Coutinho para desviar recursos de hospitais que administrava no estado.

Os conselheiros foram afastados em dezembro pelo ministro Francisco Falcão, relator do caso no STJ — hoje os demais ministros da Corte Especial confirmaram a decisão.

A investigação apura crimes de organização criminosa, fraude a licitação, lavagem de dinheiro e envolvem também o atual governador, João Azevêdo.

Fonte: O Antagonista




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias

Vídeos Destaques