EM PLENA PANDEMIA Governo adquire R$ 320 mil em frango de cooperativa já investigada pelo MPF e que "importou" produto de Pernambuco

02/06/2020

No início de maio, o governo do Estado anunciou a distribuição de frangos congelados “para famílias em situação de vulnerabilidade”, destinados a algumas comunidades carentes, como parte das ações de combate à pandemia de Covid19. A ação de distribuição foi coordenada pela secretaria de Desenvolvimento Humano conforme a mídia governamental.

O frango congelado foi adquirido junto à Cooperativa de Pescadores e Agricultores Agropecuária da Paraíba (Av Vereador Genival Guedes, 552, Bayeux), por R$ 320.100, segundo documentos em poder do Blog. Comprar pela cooperativa seria uma forma de estimular a agricultura familiar. Até ai, tudo bem. Mas, um detalhe quase passou despercebido, não fosse a percuciência de um leitor do Blog…

Quase. O leitor (texto integral abaixo) descobriu que o frango distribuído pelo governo não foi produzido pela cooperativa, mas pela empresa Natto Alimentos, que é sediada em Recife (Avenida da Recuperação, Km 56,2). Fotos da distribuição em Riacho dos Cavalos, dia 7 de maio, comprovam a origem do produto, com o registro feito pelo site da prefeitura (https://bit.ly/3gDfsOY).

Um detalhe é que no contrato de pagamento não consta a quantidade de frango adquirida… Outro detalhe a se indagar: onde estaria o estímulo à agricultura familiar, com uma cooperativa atuando como mera atravessadora da compra de produtos? Mais um: essa mesma cooperativa já foi alvo de investigação do Ministério Público Federal, pro suspeitas de irregularidades na venda de merenda escolar para a prefeitura de Bayeux.

Investigação

Em 2018, o MPF determinou a instauração de um inquérito civil para apurar o desvio de recursos públicos que seriam destinados à merenda escolar em Bayeux, conforme publicação do dia 7 de dezembro de 2018 do Diário Oficial do MPF. Na publicação, o procurador Marcos Alexandre Bezerra Wanderley de Queiroga converteu o procedimento administrativo em inquérito civil (mais em https://glo.bo/2MaoFAt)

TEXTO DO LEITOR…

A COOPERATIVA DE PESCADORES E AGRICULTORES AGROPECUÁRIA DA PARAÍBA, com sede na cidade de Bayeux, e que conta com 63 agricultores reconhecidos, contratou com o governo do Estado o valor de 320.100,00 para distribuição de Frangos produzidos pela Agricultura Familiar, entretanto o frango que foi distribuído foi produzido pela Empresa NATTO Alimentos, sediada na Cidade do Recife, ONDE NA VERDADE DEVERIA SER ADQUIRIDO PELA AGRICULTURA FAMILIAR,no entanto a cooperativa não possui REGISTRO DE BENEFICIAMENTO do frango,não tendo registro de SIE , SIF, por tanto comprou frango industrializado no estado de PERNAMBUCO.

A distribuição dos Frangos foi registrada no site da Prefeitura de Riacho de Santo Antônio, resultando na revolta dos agricultores.

A mesma Cooperativa foi alvo de investigação ano passado por parte do Ministério Público Federal por desvio de dinheiro Público destinado a merenda, e ainda, resultou no julgamento pelo Tribunal de Contas do Estado como irregular o processo licitatório realizado pela Prefeitura de Bayeux, no valor de R$1.294.900,00.

Ao que parece, o Governo do Estado não escolhe bem as empresas ao qual faz suas aquisições, conforme noticiado pela coluna de Monica Bergamo, o Governo do Estado já está na mira das investigações das Autoridades com o emprego dos recursos usados para o combate a pandemia causada pela COVID-19, ai está mais um caso para investigar.

Fonte: Blog Helder Moura




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias