Operação Carga Segura: Polícia prende nove pessoas e recupera caminhão com carga avaliada em mais de 150 mil

20/11/2018

A Operação Carga Segura realizada nesta segunda feira (19) por policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) de João Pessoa com o apoio da Polícia Rodovia Federal na Paraíba (PRF) terminou com a prisão de nove pessoas suspeitas de envolvimento em roubos de cargas no Estado. As prisões foram realizadas no Bairro das Indústrias, Alto do Mateus, Jardim Veneza e no Varadouro. O grupo, de acordo com as investigações, seria responsável por causar um prejuízo de mais de R$ 4,5 milhões às vítimas, empresas de cargas que tiveram na maioria equipamentos eletroeletrônicos roubados. Os caminhões eram abordados pelos criminosos nas BRs 101 e 230.

Os suspeitos começaram a ser monitorados há um mês, quando alguns caminhoneiros procuraram a Delegacia para registrar ocorrências de roubos de cargas. Segundo as vítimas, os caminhões eram interceptados por um veículo de passeio e os bandidos armados usavam roupas camufladas e coletes à prova de bala. Durante a ação criminosa, os ladrões sempre ameaçavam voltar e matar os motoristas se o caso fosse denunciado à polícia. Com as características dos suspeitos, os policiais começaram os levantamentos e identificaram os responsáveis pelos roubos que eram coordenados por João Maria Medeiros, 25 anos. Ele está entre os presos na Operação. João Maria seria o líder da quadrilha.

“Na manhã desta segunda-feira, uma pessoa informou para um dos nossos agentes da Polícia Rodoviária Federal que um caminhão de uma loja de departamentos tinha sido tomado por assalto próximo à cidade de Riachão do Bacamarte. Seguimos para o local e observamos quando o veículo entrou em uma estrada de terra próximo à entrada da cidade de Itabaiana. Na localidade encontramos o caminhão abandonado com parte da carga dentro. Entramos em contato com a Polícia Civil e foi montado o cerco para prender os responsáveis pelo crime. Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas seguiram para as casas dos suspeitos que já estavam sendo investigados por eles”, narrou o agente da PRF Walter Mota.

Foram presos João Maria Medeiros (líder do grupo), Paulo Vinicius Gomes da Silva, Kaio Cesar Martins da Silva, Adriano dos Santos Rocha, Ednaldo Francisco da Silva, Berg Gonçalves de Oliveira, Adeildo Manoel dos Santos, João de Lucena Max e Evaldo Freitas de Pontes. “Estes criminosos aterrorizavam os donos das empresas de transportes de cargas. O caminhão que eles roubaram hoje estava transportando uma carga de eletroeletrônicos avaliada em mais de 150 mil reais. Um grupo perigoso que ameaça de morte as vítimas e que para chegar nos alvos roubava carros de passeio que depois eram abandonados ou repassados para terceiros. Nas casas deles foram encontrados em parte da carga que estava dentro do caminhão roubado, aparelhos de TV e equipamentos eletrônicos, uma central clandestina de comunicação que copiava as conversas dos caminhoneiros e a rota que eles estavam fazendo, armas, munições, coletes balísticos, roupas camufladas, vários aparelhos celulares, placas de carros clonados, dois veículos roubados e uma moto”, disse o delegado da DRFVC, Getulio Machado.

“Para chegar até o grupo criminoso, nós relacionamos todas as ocorrências de roubos de cargas que tinham as mesmas características e vimos que só nos últimos três meses foram dezenove roubos de cargas e veículos. Eles roubam um veículo em João Pessoa que tem um porta malas grande, em seguida eles usam este carro para roubar as cargas de eletroeletrônico. Alguns destes veículos nós conseguimos recuperar, mas outros eles repassaram para pessoas que ainda não identificamos. A Operação recebeu o nome de carga segura pelo motivo do trabalho ser focado no roubo de cargas. A atuação deles era constante com uma média de duas a três cargas roubadas por semana. As ações criminosas aconteciam em Santa Rita, Cruz do Espírito Santo, Campina Grande e na cidade de Recife, no estado de Pernambuco”, falou o delegado adjunto da DRFVC, Lucas Sá.

Durante as investigações, a polícia descobriu que o grupo seria responsável por mais de 20 roubos de carros e 40 roubos de cargas. Na semana passada, um dos membros do grupo foi preso em Goiana, Pernambuco. Em depoimento, eles informaram que atuam em equipe. Quando um dos membros é preso, eles vão substituindo por novos integrantes e que tem pessoas do grupo cumprindo pena em Mossoró, no Rio Grande do Norte, Natal, Recife e em João Pessoa. A Polícia Civil acredita que com a prisão dos suspeitos o número de cargas roubadas na Paraíba apresente uma redução de 90%.

“Alguns destes presos já tinham o mandado de prisão expedidos pela Justiça, a polícia só estava esperando a hora certa para prendê-los. Foi o que aconteceu hoje. Agora o trabalho continua para prender outros envolvidos, por isto peço que a população ligue para o 197, Disque Denúncia e forneça informações sobre crimes praticados por eles ou por outras pessoas. É muito importante a ajuda das vítimas e da população para que eles respondam na Justiça por todos os crimes que cometeram”, afirmou o delegado geral da Polícia Civil, João Alves.

Os presos vão responder pelos crimes de organização criminosa, porte ilegal de arma e munições, receptação, falsa identidade, adulteração de identificador de veículo, roubo de carro e utilização de sinal de rádio clandestino. Eles serão apresentados nesta terça-feira (20) na audiência de custódia. 




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias