Aguinaldo Ribeiro é citado ao lado de Maluf e Ciro Nogueira como beneficiário de grandes propinas da Petrobrás

06/02/2019

O deputado federal e ex-Líder do Governo Temer, Aguinaldo Ribeiro, é citado em reportagem da revista ‘Isto É’ como um dos maiores beneficiários de um esquema de propinas da Petrobrás integrado por nomes do PP, partido que segundo a matéria teria o maior número de parlamentares investigados na Operação Lava Jato.

De acordo com as denúncias publicadas na edição deste final de semana da revista “Isto É” o partido está ligado também a um esquema de propina envolvendo a saúde dos servidores públicos.

O caso está sendo investigado na Polícia Federal no inquérito IPL 1227/2016-4.

Integrantes do PP arrecadavam dinheiro com a cobrança de uma espécie de pedágio dos hospitais e fornecedoras de insumos hospitalares que mantêm convênio com a Geap Autogestão em Saúde, seguradora que gerencia os planos de saúde do funcionalismo público.

Na Geap, ligada ao Ministério da Saúde, que desde o governo Dilma Rousseff era comandado pelo PP, os empresários precisavam descontar 10% dos valores que tinham a receber para destinar ao partido.

Diz a revista que os principais beneficiários da propina foram ao longo dos anos os deputados Aguinaldo Ribeiro (PB) e Ricardo Barros (PR), ex-ministro da Saúde, o ex-deputado Paulo Maluf (SP) e o presidente do partido, senador Ciro Nogueira (PI).

Fonte: Isto É




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias

Vídeos Destaques

Mais Lidas