Depois de veto a Dércio PSB dá outra "pancada" em Veneziano e sinaliza que primeiro voto do Senado é para Luiz Couto

08/08/2018

O candidato ao Senado pelo PSB, Veneziano Vital do Rego, já acumula a segunda grande pancada do partido na sua caminhada em busca de um assento senatorial, o que na visão do analista político pessoense Heron Cid seria motivo de sobra para que ele coloque a “pulga atrás da orelha” em desconfiança às reais intenções do agrupamento girassol de lhe apoiar com força para o pleito de sete de outubro.

Depois de ter vetada na campanha a participação do seu até então marqueteiro Dércio Alcântara, ‘persona-non-grata’ no ninho girassol, Veneziano teve de engolir outra fortíssima decisão partidária - a de ter de retirar o nome de Edvaldo Rosas, presidente estadual do PSB e homem da absoluta confiança do governador, da sua lista de suplentes.

Agora, Rosas foi oficializado primeiro suplente de Luiz Couto (PT), o que sinaliza abertamente que o PSB trabalhará o petista como voto número um para o Senado, privilégio antes reservado ao campinense.

Com a reacomodação de nomes Veneziano teve de se contentar com João Teodoro, presidente licenciado do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI), na primeira suplência, e Maria Suely Alves de Oliveira Santiago, esposa do ex-deputado Wilson Santiago, na segunda suplência.

Na visão de Heron Cid o deputado federal Veneziano Vital foi atraído ao PSB, logo após a decisão do governador Ricardo Coutinho de ficar no Governo, e via-se ali como certa uma vaga de Ricardo ao Senado, mas ao chamar Veneziano Ricardo estava transferindo para ele esse privilegiado espaço.

Agora, na reta final das convenções - como informa o analista - “o PSB saca a candidatura do deputado Luiz Couto e retira de Veneziano a indicação do suplente e presidente estadual da sigla”, com Edvaldo Rosas migrando para a suplência do padre.

“Um movimento que, no mínimo, deixou aliados do ex-prefeito de Campina Grande de cabelo em pé – sem trocadilhos”, conclui com acerto Heron Cid.

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Outras Notícias