Enivaldo desdenha de mulher em convenção que homologou neto para vice prefeito enquanto Cássio avisa que Bruno e Lucas são da ELITE

15/09/2020
Enivaldo: "mulher todo mês tem aquele problema"
Enivaldo: "mulher todo mês tem aquele problema"

A convenção que homologou os nomes de Bruno Cunha Lima (PSD) e Lucas Ribeiro (PP) candidatos a prefeito e vice de Campina Grande continua repercutindo muito forte em toda a Paraíba, mas não necessariamente pelos atributos políticos dos escolhidos, que a oposição oportunamente vem apelidando de “netinhos”.

O que tem motivado a grande repercussão está se dando por conta de dois discursos de ilustres atores que emprestam apoio à dupla, um deles um dedicado avô já bem avançado na idade e que se dá ao deleite de produzir frases desconexas e folclóricas, em sua maioria incabíveis ao tipo de solenidade aonde são expelidas, e outro por um senhor de meia idade que ainda sofre os efeitos de uma inesperada derrota nas urnas e que teve o dom de embaralhar o seu jeito de expressar sentimentos e situações.

O quase decrépito vice-prefeito atual de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro, solteirão avô materno de Lucas, aproveitou o evento para expressar um vesgo sentimento em relação às mulheres, que considera bicho “complicado” em que pese ter duas filhas, uma delas Senadora da República – Daniella.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cássio: "..dois jovens vindos da elite" 

No seu arremedo de discurso Enivaldo repetiu o que já tem dito ENE vezes Paraíba afora, de que se fosse da sua vontade Daniella sequer teria se candidatado a vereadora em Campina Grande, seu primeiro cargo público.  

E fez questão de explicar os motivos, arrancando constrangedores risos de mulheres na platéia: “...todo mês elas tem aquele problema”, disse ele referindo-se ao ciclo menstrual feminino que à sua otica seria um complicador na mobilidade da mulher.

Depois, fechando seu pensamento sobre o mundo feminino reclamou que toda vez que uma mulher vai dar entrevista na TV tem que “se ajeitar todinha”. E, mostrando o seu conhecido lado “mão fechada”, protestou que para ajeitar o penteado a mulher gasta entre 100, 150 ou 200 reais...

O ELITISTA

Mas coube a Cássio Cunha Lima, aquele que nunca teve Carteira de Trabalho assinada e por isso mesmo nunca bateu um prego numa barra de sabão porque sempre viveu às custas da política e somente agora acordou para o mundo real depois que os paraibanos o ultrajaram nas urnas com um quarto lugar na eleição senatorial, a frase mais discutida, embora tenha sido também a mais verdadeira proferida na convenção.

Mostrando que a ausência de holofotes tem lhe feito muita falta, Cássio em discurso pra lá de ranzinza e sem encontrar palavras eloquentes para encerrar a oração, saudou os “netinhos” como integrantes da mais fina flor da elite de Campina Grande, o que obviamente lhe valeu negativa repercussão, principalmente porque a fala se apresenta discricionária em relação à camada mais numerosa da população campinense, formada por gente pobre da sofrida periferia que no máximo com muito suor consegue subir no degrau da vida até, quando muito, a classe média anos-luz de distância da ELITE onde Cássio informa terem vindo Bruno e Lucas.

Veja as falas de Enivaldo e de Cássio acessando os links a seguir:  

https://youtu.be/clDUotuhVj0 

https://youtu.be/wlq3FQjI1nQ

Fonte: Assessoria




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias