Homem da "flauta de ouro", pai de prefeita do Conde zomba da Justiça usando - ele e a esposa - tornozeleiras de brinquedo

12/03/2020

A prefeita de Conde, Márcia Lucena, presa por uma das fases da Operação Calvário e presenteada recentemente com uma tornozeleira eletrônica dentro das medidas restritivas impostas pela Justiça do Estado, continua debochando das decisões judiciais e das ações empreendidas pela Polícia Federal e o GAECO no desbaratamento de uma quadrilha que supostamente teria provocado um rombo superior a R$ 130 milhões aos cofres públicos do Estado.

Além de presentear auxiliares com um adorno de tornozelo semelhante à tornozeleira  eletrônica que está obrigada a usar, sugerindo a utilização do mesmo numa demonstração de solidariedade e condenação à decisão da justiça, Márcia também ganhou o mimo dos pais  Iveraldo (Iracema) Lucena que exibiram em sua página de rede social uma foto das canelas com as tornozeleiras de brinquedo.

Iveraldo Lucena foi secretário de Educação do Governo Ronaldo Cunha Lima e sua passagem pela Pasta, assim como a da filha Márcia (ex-secretária de Educação no governo de Ricardo Coutinho) foi marcada por conduta desabonadora.

Foi na época de Iveraldo que veio à tona o rumoroso caso da Flauta de Ouro – assim batizada pela aquisição do instrumento ao preço 10 vezes maior que o valor de mercado na época.  A flauta tinha um endereço: a Orquestra Sinfônica da Paraíba. Mas o fato é que a flauta nunca chegou ao destino. Foi feita a abertura de uma Sindicância, Inquérito Administrativo, e, óbvio, direcionado para punir quem menos tinha envolvimento com a história, como de fato aconteceu.

A brincadeira dos familiares e auxiliares de Márcia podia até ganhar contornos cômicos se não fosse trágico o que tem sido apurado pela Operação Calvário, com prejuízos imensuráveis à população paraibana, especialmente na área da saúde e educação, os dois principais polos que a quadrilha supostamente atuava, e da qual Márcia Lucena seria peça exponencial. 

Fonte: Da Redação com ‘O Momento’




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias