Novo decreto de Romero impõe medidas restritivas ao transporte por aplicativo em Campina Grande

20/05/2020

Um ponto de destaque entre as novas medidas restritivas, no âmbito do município de Campina Grande, neste quinto decreto assinado nesta segunda-feira, 18, pelo prefeito Romero Rodrigues, diz respeito ao setor de transporte por aplicativo. No geral, Romero acatou a maior parte das sugestões encaminhadas pela própria categoria, através de ofício.

O prefeito, ao determinar o novo padrão de trabalho para os motoristas de aplicativo, contempla todos os detalhes da relação profissional-cliente.

"Nosso maior objetivo, naturalmente, é zelar pela vida dos profissionais e dos usuários", destacou Romero Rodrigues, que, em seu quinto decreto, reforça as medidas também em relação ao transporte público (ônibus, táxis e mototáxis).

As medidas

No que diz respeito aos motoristas de aplicativos, eis o resumo dos pontos tratados no decreto de Romero, com vigência a partir desta quarta-feira, 20:

- Obrigatoriedade de máscara para motoristas e clientes.

- É obrigação do motorista disponibilizar álcool em gel 70% para o passageiro.

- Fica proibido o uso do ar-condicionado durante o transporte de passageiros, devendo o motorista manter os vidros abaixados.

- Só será permitido, no máximo, o transporte de dois passageiros por viagem.

- O banco da frente do veículo não poderá ser ocupado por cliente.

- Após cada viagem, o motorista deve limpar as maçanetas e higienizar o veículo diariamente.

Fonte: Codecom




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias