Tentando escapar da "Calvário" João demite mulher de Arnóbio Viana pondo fim à troca de favores entre Governo e TCE

20/01/2020

Na tentativa de sair ileso a todo custo da Operação Calvário, onde é citado na delação da ex-secretária Livânia Farias como recebedor de um mensalão de R$ 120 mil, via propina de empresas prestadoras de serviço ao Governo, o governador João Azevedo demitiu hoje a esposa do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Georgiana Cruz, que era assistente da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado da Paraíba.

O ato de exoneração, que põe fim à troca de favores entre o governador e o presidente da Corte de Contas,  está publicado no Diário Oficial desta sexta (17).  

Georgiana Cruz foi citada na delação de Livânia Farias, sob acusação de distribuir R$ 50 mil em propina dentro do TCE para que auditores fiscais resolvessem as contas do ex-governador Ricardo Coutinho.

Na delação, Livânia conta que certo dia “Georgiana a chamou para conversar alegando que tinha um recado, onde a mesma disse que teria que passar a quantia de 50 mil pra ela pois tinha uns auditores que estavam querendo dinheiro senão iria dar tudo errado na conta do governador”.

Em nota, assim que a notícia foi veiculada, o conselheiro-presidente Arnóbio Viana disse apoiar as investigações da Calvário, evitou defender a esposa e foi mais além: “doa a quem a doer”, aconselhou para que o trabalho seja aprofundado.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias

Vídeos Destaques