UCES completa 56 anos e Bruno se reúne com Secretário de Saúde para levar pleito da instituição

03/08/2020

Neste domingo, 2, a União Campinense das Equipes Sociais (UCES) completou 56 anos de fundação. A instituição desenvolve um trabalho importante de assistência e estruturação das comunidades da cidade. E na semana passada, o pré-candidato a prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD) se reuniu com o Secretário Municipal de Saúde, Filipe Reul, e a mesa diretora da UCES para discutir sobre melhorias na área de saúde para as comunidades.

A principal solicitação da UCES é a destinação de profissionais para atuarem no consultório médico da instituição, que foi todo equipado para servir à população. O Secretário Filipe Reul falou sobre a impossibilidade de designar servidores para trabalharem regularmente no espaço, mas se comprometeu em realizar mutirões de saúde no espaço.

“Há uma vedação legal que não permite ceder os profissionais de saúde do serviço público para trabalharem de forma regular em uma instituição independente, mas nós vamos sim realizar mutirões porque sabemos da boa estrutura do consultório da UCES e do compromisso dessa entidade com os moradores da cidade”, disse Reul.

Estavam presentes a Presidente da UCES, Socorro Nascimento, o vice-presidente, Fernando Jordão, o tesoureiro João Batista, além de vários outros membros da diretoria e dos conselhos. Os representantes também apresentaram solicitações de serviços específicos de alguns bairros, já que a UCES coordena as Sociedades de Amigos do Bairro (SABs) e conhece de perto os desafios dos moradores de cada localidade.

“Filipe Reul vem fazendo um trabalho extraordinário à frente da Secretaria de Saúde de Campina Grande, sob a gestão do prefeito Romero, tem uma grande capacidade de diálogo, o que nos permite fazer essa ponte entre os desejos da UCES e o poder público”, disse Bruno.

A Secretaria de Saúde de Campina Grande tem realizado um trabalho reconhecido no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com excelentes resultados no controle da internação de pacientes e com baixo índice de mortalidade pela doença na cidade.

Além disso, outras ações têm sido feitas desde 2013 para fortalecer o Sistema Único de Saúde no município. Dentre elas, vale destacar a construção do novo Hospital da Criança e do Adolescente, a municipalização do Hospital Pedro I e da antiga AACD, a construção do Centro de Reabilitação e Assistência em Saúde do Trabalhador (Cerast), reestruturação do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), com a construção de UTIs neonatal e materna, da Casa da Gestante, do Centro de Parto Normal, da reforma da recepção.

“A saúde em Campina Grande passou por uma grande reformulação e se estruturou bastante nesses últimos anos, de forma que isso vai nos permitir a evoluir ainda mais, já que toda a rede já está consolidada, organizada. Com isso, vamos avançar ainda mais na Atenção Básica e na alta complexidade”, concluiu Bruno.

Fonte: Assessoria




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias